• Papai no Controle

ESCOVANDO OS DENTES DE UM DINOSSAURO - ESPECIAL TIRA DÚVIDAS – Papai no Controle


ESPECIAL TIRA DÚVIDAS – Papai no Controle

Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas... conversando com uma mãe que conhecemos na padaria, pensei em como a experiência custa caro para um pai de primeira viagem. Já se passaram dois anos desde que a Tarsila nasceu e confesso que sempre surgem novidades que deixam o papai aqui de cabelo em pé. Escolhi alguns assuntos para tratar semanalmente. Uns para mostrar como sobrevivi e outros para pedir socorro mesmo! Afinal, pai que é pai tem que ter o controle. O que você gostaria de saber? Escreva aqui!!

ESCOVANDO OS DENTES DE UM DINOSSAURO

Como sair ileso dessa batalha

Mamãe viu que um dente estava estranho e resolveu marcar um dentista para bebês. Você deve imaginar como é difícil achar alguém que faça um bebê abrir a boca sem arrancar um olho meu a cada consulta. Achamos. E nossa primeira experiência foi ótima até o momento em que a titia dos dentes encostou na boca da Tarsila.

Psicólogos dizem que a boca do bebê é um universo quase intocável, que pertence apenas a ela e que as crianças usam para conhecer o mundo. Essa fase oral dura até os dois anos e por isso é tão importante levá-los ao dentista e acostumá-los a permitir que outra pessoa limpe escove e explore a pequena boquinha. Resultado: Dos quatro dentes que ela tinha na boca, dois estavam quebrados. Deve ter tentado morder uma pedra quando ninguém estava olhando e acabou dando uma detonada neles. Teve que lixar, mas nada muito sério. A dentista nos ensinou a fazer a escovação correta e a passar fio dental. Também começamos a fazer limpeza a cada 4 meses.

Comece pelo começo

A primeira vez pode não ser muito poética e sempre rola uma mordida no dedo. A orientação da dentista é começar escovando antes de dormir, depois aumentar as escovadas pra depois do almoço e dos lanches. Foi uma guerra! Um dia eu ganhava, no outro eu perdia. O esquema é criar o habito.

Use sempre uma escovinha de cabeça pequena e cerdas macias. Segundo a dentista, quando menor, melhor o resultado. Como a Tarsila tinha apenas um aninho, ela nos orientou a usar pasta sem flúor, pois ela certamente ia engolir, mas sem risco de se intoxicar ou de manchar os dentes pelo excesso de flúor. Verifique a embalagem.

Mata leão

A dica que nos ajudou foi deitar a Tarsila para escovar os dentes. Em pé é quase impossível. Enfim, deito ela, invento coisas incríveis do tipo: “tem uma pipoca no seu dente, deixa eu tirar...” ou “filha tem um bichinho no seu dente e o papai vai te salvar”, enfim, apele para o lúdico. Faça movimentos retos de um lado para o outro, uma rodinha na frente do dente e movimento de vassourinha atrás, sem esquecer de ensinar sua filha colocar a língua pra fora e escovar bem.

Depois acesse o vídeo no Youtube para ver exatamente como estamos fazendo.

Aos poucos ela está se acostumando e até deixa passar fio dental sem dar escândalos. É bom que os pequenos comecem a frequentar o dentista cedo para acostumar e sempre escovem depois daquela festinha açucarada no melhor estilo overdoce. A dentista também orienta a fazer uma limpeza a cada 4 meses, pois os cristais de flúor permanecem no dente protegendo-os contra as cáries.

Por favor, não desista de escovar o dentinho do seu filho, mesmo que ele só tenha um. Você não vai querer passar pela experiência traumática de ter que segurar seu bebê para fazer uma obturação! Deus nos livre!

Quando devo começar a limpar os dentes do meu bebê?

Comece a limpar a boca do bebê mesmo antes de o primeiro dentinho nascer, assim ele já vai se acostumando. A limpeza pode ser feita com gaze ou uma fraldinha de pano molhada em água filtrada, sem pasta de dente alguma. A limpeza da gengiva é uma boa maneira de habituar seu filho a esse ritual e evitar que ele recuse a escovação no futuro. Para que você não se esqueça da limpeza, incorpore o hábito à rotina de cuidados com seu filho à noite, antes de dormir.

Lembre-se de que, enquanto os dentes estão nascendo, as gengivas ficam bastante sensíveis, então limpe-as delicadamente.

Quando devo começar a levar meu bebê ao dentista?

Muitos profissionais recomendam que as visitas comecem assim que os primeiros dentinhos nascerem ou até o primeiro aniversário, o que quer que aconteça antes. Uma boa ideia é levar seu filho quando

Dependendo do nível de risco para cáries que seu filho tiver, o odontopediatra pode pedir que as consultas ocorram com maior ou menor frequência. Entre os fatores de risco para cáries estão histórico familiar e o fato de a mãe ter tido problemas de saúde bucal durante a gravidez.

#paideprimeiraviagem #saude #Paternidade #papainocontrole #família #bebê

 Brasília DF  |      © 2015 Papai no controle  | blogpapainocontrole.com