• Papai no Controle

Enxoval de bebê no Paraguai, uma aventura e tanto!


Já pensou em fazer enxoval para recém-nascido nas avenidas movimentadas do Paraguai? Não?! Nem eu! kkk! Depois de muita busca, encontramos um local incrível e cheio de roupas baratinhas para o nosso futuro baby.

Estávamos de viagem marcada para Foz do Iguaçu para comemorar os 40 anos de casados. O Paraguai estava super incluído no roteiro. Com um bebê a bordo, parei para pensar no enxoval da nossa cria e se teria alguma opção, já que os outlets incríveis de Orlando não estavam nos planos. Pesquisamos bastante e encontramos opiniões de pais que fizeram compras em Ciudad Del Este, Paraguai, é claro que embarcamos nessa!

Os resultados não foram tão maravilhosos quanto esperávamos. Certamente o Paraguai é um paraíso para quem quer comprar eletrônicos, cosméticos e marcas famosas no mundo. Fizemos uma ótima amiga que nos levou até a tão cobiçada cidade e ela nos mostrou os locais confiáveis e as manhas para manter a segurança. Pra começar, fomos de ônibus coletivo mesmo. Ela disse que essa é a forma de transporte mais segura. Vans nem pensar e, segundo ela, atravessar a ponte a pé com dinheiro no bolso é pior ainda.

Seguimos os conselhos e ficamos maravilhados com aquela cidade tão próxima, mas tão diferente do Brasil.

Nosso alvo era roupa infantil, então não pesquisamos eletrônicos ou acessórios para crianças. Depois de rodar dezenas de galerias e shoppings, encontramos uma loja de roupas com uns 5 andares, chamada ..... Ela tinha todas as marcas americanas cobiçadas como Carter's, baby Gap, Tommy Hilfiger, Ralph Lauren, Aeropostale. O preço nos assustou. Macacões e roupas lindas, mas que custavam, no mínimo 20 dólares. Bem acima do nosso orçamento. No 5º andar, estava cheio de itens de promoção, mas só coisinhas comuns. Compramos calças pra Tarsila e macacões pro bebe, que saíram, em média, por 5 dólares cada. Razoável, mas não tinha nada de espetacular. Pra mamãe, encontramos algumas calças de grávidas e vestidos por menos de 4 dólares que valeram a pena.

Tarsila estava conosco e isso dificultou muito as nossas buscas. A cidade é como uma feira a céu aberto, com a multidão da 25 de março, algumas galerias elegantes e muitos shoppings chineses. É uma mistura para todos os gostos.

Santa vendedora!

Voltamos para o hotel de ônibus e em segurança. Alguns dias depois decidimos voltar sem a Tarsila. Procuramos pelas dicas da internet e nada de roupinha barata. Em uma das lojas, ao lado da Chicco caríssima, uma moça se convalesceu da nossa busca e nos passou a lista de lojas em promoção e uma galeria em especial. Ela disse que se a gente quisesse roupas bem baratas mesmo e boas, só na galeria Santo domingo.

Encontramos o tesouro!

Chegamos nessa galeria e encontramos uma loja gigante que leva o mesmo nome. Lá, uma mistura de buginganga chinesa, maquiagem, acessórios mochilas e finalmente: Roupas para crianças. Piramos! Sapatinhos de $ 2,99, macacões de $ 2,99, mantas, cobertas, meias, luvas, e muitas coisas da Carter’s e da Baby Gap. Casacos maravilhosos pra Tarsila que não passavam de $ 15. Questionei uma outra vendedora se a marca seria original. Ela me respondeu que a Carter’s tem fábrica nos Estados Unidos, na China e Tailândia, se não me engano. Essas eram da china, mas o produto era original. Verdade ou mentira, a qualidade do tecido, dos bordados e dos acabamentos eram idênticas as roupas do enxoval da Tarsila que vieram de Orlando. Nem todas eram de marca, prefiro ir pela qualidade que pelo nome, mas tudo era espetacular. Gastamos muitos reais e no final, choramos um desconto. Eles reduziram algumas doletas nos gastos.

Veja nosso vídeo dentro da loja Santo Domingo!

Na sequência da expedição, encontramos uma outra lojinha com roupinhas de criança baratinhas, que se chama Super K. A qualidade não era a mesma, mas encontramos algumas peças e assessórios que faltavam.

Voltamos com uma sacola entupida de roupa, no estilo estivador do porto de Santos. Pegamos o ônibus e passamos direto pela fiscalização. Ufa! Se pegam compras de mais de 300 dólares, tem que pagar taxa de 50%. Mas parece que eles não ligam pra roupas e sim para produtos eletrônicos.

Chegamos, contamos tudo pra Tarsila e ensaiamos uma soneca. Tarsila não nos deixou dormir, é lógico, e as 4 horas da manhã estávamos nós, embarcando de volta pra Brasília felizes, sem dinheiro e acabados.

Lista de lojas com produtos infantis que podem te interessar:

- Brands for Less, perto do shopping Monalisa

- Carter's, shopping Vendome

- Shopping China, dentro do shopping Paris

- Chicco, shopping Alfonso I

- San domingo, na galeria San domingo

- Super K

#Enxoval #Paraguai #Compras

 Brasília DF  |      © 2015 Papai no controle  | blogpapainocontrole.com