• Papai no Controle

Guia da troca de fraldas - 10 dicas para pais de primeira viagem


Trocar fralda é uma das missões mais temidas, principalmente pelo pai de primeira viagem. Infelizmente, não fomos criados para sermos pais, não brincamos de baby Alive quando crianças e dificilmente tivemos exímios trocadores de fraldas na família.

Mas calma! Nem tudo está perdido! O papai aqui vai te dar dicas de como mudar esse quadro e te tornar o maior trocador de fraldas dos últimos tempos!

Talvez você já tenha ouvido falar que homem não troca menina e, por isso está inseguro. Vou te dizer uma coisa: O louco que inventou isso deve ter muita maldade na cabeça. Esquece isso!

A dica mais importante é amar. Quando a Tarsila nasceu eu só queria saber se ela estava bem, com a barriguinha cheia e fralda limpinha. Tentei umas dez vezes, a fralda ficava um pouco torta, vazava, me sujava de cocô e venci na insistência mesmo. Depois de uma semana, já conseguia trocar no escuro e de costas! kkk! A regra geral é trocar a fralda dos recém-nascidos sempre depois do arroto pós mamada e sempre que o bebê tiver feito cocô. É muito importante que a criança não fique suja de cocô ou xixi, pois a acidez da urina e as bactérias podem causar assaduras terríveis. Acredite, você não quer isso! Aliás, capriche sempre na pomada. A minha preferida é a Desitin azul.

Cada pai desenvolve uma técnica para saber se a fralda está recheada ou não. Algumas tem gel e você percebe que esta molhada só de passar a mão por fora. Outras tem indicador de xixi, uma fitinha que muda de cor e pra outros o esquema é abrir na parte do bumbum pra verificar. Seja qual for a técnica, faça a cada 2 horas.

Eu e Tarsila testamos 10 marcas de fraldas e elegemos as melhores. Veja na publicação:

TESTE DAS FRALDAS

Como trocar a fralda descartável?

Encontrei um passo a passo no site do baby Center bem detalhado, fiz algumas alterações e cheguei nesse manual. Confira:

1 - Solte as fitas adesivas da fralda e as dobre sobre si mesmas, para não grudarem no bebê, mas ainda não retire a fralda suja. 2 - Levante as pernas do bebê e dobre a fralda para debaixo dele, aproveitando para tirar a maior parte do cocô com a própria fralda. 3 - Se for um menino, coloque uma fralda de pano dobrada (ou um outro pano ou toalha) sobre o pênis do seu filho, para evitar uma chuveirada imprevista. 4 - Limpe a parte da frente do bebê com um algodão embebido em água morna ou com um lenço umedecido. Nas meninas, limpe sempre da frente para trás, para não deixar as bactérias das fezes entrarem na vagina. 5 - Levante as pernas do bebê e limpe bem o bumbum dele. Sempre que for cocô, faça o possível para lavar o bumbum. Isso garante que o bebê esteja limpo e livre das temidas assaduras. Eu fazia isso na pia do banheiro dela mesmo. 6 - Tire a fralda suja debaixo dele e coloque a limpa. A parte com as fitas adesivas deve ir embaixo do bumbum do bebê. Tente deixar a parte entre as pernas bem esticada. 7 - Passe um creme antiassaduras na parte da frente e no bumbum. Ele funciona como uma prevenção! 8 - Feche a fralda limpa com as fitas adesivas, deixando-a justa, mas não apertada. Se você colocar o pênis do seu filho para baixo, evita vazamentos por cima da fralda. Mas há meninos que se sentem mais confortáveis com o pênis para cima. Verifique os elásticos das pernas para ver se não estão dobrados para dentro. 9 - Enrole a fralda suja numa bolinha, feche com as fitas adesivas e a jogue no lixo, de preferência dentro de um saco plástico, se tiver cocô, para isolar o cheiro. 10 - Vista o bebê e lave bem as mãos. Pronto!

Prontinho! Quando você pegar a prática, a troca vai virar uma coisa automática. E não vão faltar oportunidades de treinar, já que o bebê vai precisar de cerca de oito trocas por dia no comecinho.


 Brasília DF  |      © 2015 Papai no controle  | blogpapainocontrole.com