• Papai no Controle

"MOMO" - A nossa triste experiência


Foram dois meses de terror. Até descobrir essa história de Momo dentro de desenhos infantis.

Tarsila, super independente e corajosa passou a ter medo da própria sombra. A gente não sabia mais o que fazer. Ela tinha crises de pânico pelo simples fato de estar sozinha no banheiro ou de ter que buscar alguma coisa na cozinha. Tudo era motivo para falar que estava com medo.

Tentamos de tudo e ela insistia naquilo. " Tem uma boneca de olhos grandes, redondos, que me assusta no meu quarto." Ela passou semana a dormindo na minha cama, ate que demos um basta na situação. Fizemos um quadro de recompensas, um propósito de oração e conversamos muito com ela. A situação voltou milagrosamente ao normal e antes do bom dia ela diz: "viu papai, dormi a noite toda na minha cama. Mereço sorvete?"

Para a minha surpresa aconteceu um fato hoje que me trouxe muitas explicações. Acordei mais cedo e fique lendo um pouco sobre essa polêmica que tem girado em torno da MOMO. Não demorou muito, Tarsila chegou no meu quarto querendo aconchego e ali adormeceu por mais alguns minutos. Quando despertou querendo seu café, eu perguntei se o papai poderia mostrar uma imagem para ela. Queria ter certeza de que minha filha não tinha visto aquela boneca horrível que me dá calafrios.

Tarsila entrou em pânico. Colocou as mãos na cabeça e começou a chorar. Acolhi ela em meu colo, conversamos e fizemos uma oração juntos para que tudo sentimento ruim passasse. Eu nunca tinha visto minha filha assim.

Depois disso ela me contou que não queria dormir mais no quarto dela, pois via essa boneca lá. "Era essa a boneca que me assustava no meu quarto". Realmente ela já tinha nos falado sobre essa tal figura feia de olho redondo e boca estranha, mas eu não conseguia entender.

Passeis dias com minha esposa tentando ajudar nossa filha sem saber de fato o que a estava aterrorizando. Mesmo buscando ser um gentil e presente, sofri muito sem saber o que fazer. Gostaria de deixar aqui o meu alerta para todos que muitas vezes olham para o filho e dizem: “isso é besteira! ”Besteira é ter uma criança sofrendo calada e sem espaço para falar. Por amor aos seus filhos, redobre a atenção, o cuidado, as conversas durante a noite. Permita que eles se abram e não sejam vitimas desse tipo de maldade.


 Brasília DF  |      © 2015 Papai no controle  | blogpapainocontrole.com