• Papai no Controle

Por que cesária ? me julguem!


Muitos casais por aí, escolhem ter o bebê por procedimento cirúrgico, não por medo da dor, necessariamente, mas por medo do acaso, do descaso, do tratamento agressivo de profissionais , da omissão e elemento surpresa em um momento tão importante das nossas vidas.

Lógico que sou duramente criticada pelo meu modo de pensar. Mas ainda não consegui mudar de opinião.

Mas acima de todas as criticas eu vejo que a escolha certa é quando o casal se sente seguro e acolhido, independente da forma de nascimento.

Há alguns dias venho pensando no relato de uma amiga que morou e pariu no Japão. “lá eles quase não fazem cesária, eles resolvem os imprevistos e a maioria esmagadora tem parto normal”.

A pergunta que eu fico me fazendo é: Por que eu só escuto histórias terríveis sobre os partos normais no Brasil? Será que não estamos preparados? Será que os nossos profissionais não tem capacitação para isso? Lógico, existem exceções.

Eu fico imaginando que lá, na terra do sol, as maternidades são cheias de profissionais experientes, calmos e seriamente dedicados. Que os hospitais são tranquilos e as gestantes não são amarradas na maca ou escutam gracinhas na hora da dor. Que os bebês não “passam da hora”, não aspiram mecônio, não permanecem horas em sofrimento fetal...

Se a maioria dos partos aqui são por meio de cirurgia, aliás, amplamente criticadas, qual seria o motivo real? Mulheres medrosas ou maus profissionais? Acho que não estamos prontos.

Parto humanizado pra mim é parto em que a mulher é tratada como ser humano. Com dignidade e respeito. A minha dica (humildemente) para as que desejam e sonham com um parto normal, é: Economize no enxoval e contrate uma doula. Muitas vezes os pais estão extremamente fragilizados e sequer conseguem impor as próprias vontades. Ter uma boa profissional ao seu lado pode ser a chave para um bom parto.

Eu sequer consigo me imaginar parindo sem minha obstetra, ginecologista, psicóloga e "pau-pra-toda-obra", Claudia Araújo. Aliás, se você pode gastar um pouco para ter boas memórias, pois que pague.

Faça o que for necessário. Mas se sinta segura.


 Brasília DF  |      © 2015 Papai no controle  | blogpapainocontrole.com