• Papai no Controle

Irritar crianças - Hobby preferido de alguns adultos


Lá está ela, feliz, carinhosa e, finalmente comportada em uma festa de família. Quem tem filhos sabe o quanto é difícil chegar a essa paz de espírito. De repente, um parente olha pra ela e dispara: "eu vou pegar o seu irmãozinho e levar pra mim". Pronto! A guerra está declarada e quanto mais a criança, de apenas dois anos grita "naaão", mais o adulto insiste na ameaça.

Já parou pra pensar? Afinal, por que algumas as pessoas amam irritar crianças?

Depois da confusão armada, sobra para os pais tentar contornar a situação, mas até ai, já perdi meu prato de comida, minha roda de amigos e a paciência na festa. Pra não dizer quando realmente tenho que ir embora pra casa. Essa cena acontece bem mais do que eu podia imaginar antes de ter filhos e, sinceramente, não consigo encontrar nenhuma graça.

São várias vertentes: "vou pegar esse brinquedo pra mim", "Eu vou comer sua comida", "Sua mãe agora é minha", "vou te deixar sozinha"... O problema é quando o assunto é sério e você e sua criança acabam virando vítimas dos adultos.

Com essa nova adaptação da Tarsila com o irmãozinho já passamos por diversos episódios. "Você vai perder o trono" / "Vai perder o colo da mamãe" / "Agora eu vou brincar só com o bebê". Segundo a psicóloga da Tarsila, é preciso que os pais se posicionem e não deixem que isso aconteça. A criança já está se sentindo insegura e passando por situações novas, aí vem alguém e a ameaça de abandono, de furto, de rapto?! Realmente, isso é muito grave na cabecinha delas. Outra coisa que temos feito é ensinar a Tarsila a se defender, mostrando respostas para ela e dizendo que tudo não passa de uma brincadeira sem graça.

Por esses dias eu ouvi a seguinte pergunta: "mamãe, por que a fulana quer levar o baby Joe pra sempre, pra morar na casa dela?" Notei mesmo que a Tarsila estava se comportando diferente com determinadas pessoas que fizeram as "gracinhas". Tentei contornar, mas Imagine só o que fica guardado na cabecinha dela.

Portanto, pense bem antes das piadinhas. Se não tem o que falar... zzzzzzip, passa o zíper na boca.

O papai, mamãe e a paz mundial agradecem.


 Brasília DF  |      © 2015 Papai no controle  | blogpapainocontrole.com