• Jamile Romeu

Vida de mãe - 6 meses depois que saí da Tv


São seis meses de uma vida totalmente nova e de presente ganhei um bebezinho na barriga e muito serviço dentro de casa. Meio ano de um emprego só! Com equilíbrio emocional, físico e temporal. Foi uma dura atitude, mas foi certa e me trouxe paz. As pessoas ainda me perguntam: " Sente falta da loucura da redação da Record? Sentada na fila do banco me lembro exatamente do dia em que aproveitava uma longa espera nesse mesmo lugar para escrever minha tão sonhada despedida do trabalho onde permaneci por 10 anos. Sempre fui dessas que escrevem cartas pra ninguém. Minha terapia. Eu tentava me convencer e me motivar a tomar um passo tão necessário, no escuro. Eu tinha medo. Medo de deixar de ser a "Jamile da Record", de perder o respeito das pessoas, de perder dinheiro, planos saúde, status, medo de não me acostumar com a paz. Medo do novo. O fato é que o leão que me falavam ter a obrigação de matar diariamente parecia não morrer nunca. Me sentia correndo atrás do rabo. Coloquei Tarsila na creche e ela aprendia coisas novas todos os dias. A família toda acompanhava. Menos eu. Isso dava mais força para que os leões se multiplicassem. Comecei a me torturar. Todos os dias as 19h meu coração acelerava, eu sabia que não chegaria na hora prevista. A falta de ar, suor e tremor já me mostravam que estava na hora. Respirei fundo. Enfrentei o leão do medo, mergulhei no novo. Quando me perguntam se sinto saudades da vida louca logo penso nos leões. Passei a trabalhar duas vezes por semana. Passei a tomar café sentada no chão em longos piqueniques no sol. Passei a varrer a casa. Aprendi a fazer pipoca doce. Engravidei de sonhos. Sei que tudo tem um preço e sou muito grata à Deus, aos mil empregos e à minha própria garra por todas conquistas que me proporcionaram essa "estabilidade".

Recomendo atitudes drásticas quando o assunto é saúde e família. Ainda tenho colegas com dois, três, quatro empregos, uma família, filhos e frustrações diárias. Desapegue. Talvez nem o imposto de renda justifique tanto trabalho.

Há 6 meses ganho memórias e elas são impagáveis. Um mês depois da saída, ganhei o baby Joe. Uma nova vida e novos desafios. Leão agora só nos nossos passeios no zoológico ou nas histórias para dormir!

Beijos aos que me trazem saudades.


 Brasília DF  |      © 2015 Papai no controle  | blogpapainocontrole.com